2 de agosto de 2017

The Mooch is out




O folclore imparável que é a governação Trump nos Estados Unidos continua.
O mais recente episódio deste corridinho americano, a dispensa daquele que seria o alter ego de Trump, em termos de desbocados, Anthony Scaramucci.
The Mooch, como gosta de ser tratado, entrou na Casa Branca cheio de ganas, ofendeu quem lhe apeteceu, foi boçal, grosseiro.
Parecia reunir todas as características para ser o delfim de Donald Trump.
O grão de areia na engrenagem foi a chegada de John Kelly à Casa Branca.
Procurando demonstrar a sua autoridade, e impor a disciplina militar que anuncia entre o pessoal ao serviço da presidência norte-americana, o novo Chefe de Gabinete de Trump terá exigido a cabeça de Scaramucci.
Que lhe foi entregue em bandeja de prata por um Donald Trump que havia nomeado Scaramucci apenas dez dias antes.
Stephen Clobert caricaturava a situação, já em si mesmo cómica, recorrendo a Bohemian Rhapsody e cantando "Scaramucci didn’t do the fandango".
Donald Trump, Presidente dos Estados Unidos, continua teimosamente a ser o apresentador de The Apprentice e a gritar a torto e a direito “you’re fired!”.
Não vale a pena lutar contra esta bizarria, está-lhe no ADN, está-lhe no sangue.
O melhor que temos a fazer é, para continuar com os anglicanismos, enjoy the show, até porque, com Trump, definitivamente the show must go on.

34 comentários:

  1. Não vão permitir que o show continue por muito mais tempo. Que circo! Foi o papá Trump que ditou ao filho, Trump Jr, o comunicado referente à reunião com a advogada russa. He is in big trouble!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. catarina,
      Há muitos anos um árbitro de futebol em Portugal dizia que desde que tinha visto um porco a andar de bicicleta no circo já acreditava em tudo.
      Adapte-se à eleição de Trump...
      Só acredito que ele seja corrido no dia em que isso efectivamente acontecer.

      Eliminar
    2. Também só acredito vendo...
      Já ele ter sido eleito foi algo difícil de acreditar!!!

      Eliminar
    3. E aconteceu, Lina.
      Aquilo que a gente está a ver é mesmo a realidade.
      Embora pareça um filme de muito mau gosto.

      Eliminar
  2. Muito bom, este texto, inspirado num Trump que se presta ao mesmo!

    ResponderEliminar
  3. Caro Amigo Pedro Coimbra.
    O Presidente estadunidense é surrealista.
    Caloroso abraço. Saudações surrealistas.
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver, sem véus, sem ranços, com muita imaginação, autenticidade e gozo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ele e quem o rodeia, Amigo João Paulo de Oliveira.
      Este moço prometia divertimento do bom (quatro escândalos em dez dias é obra!!).
      Foi despedido.
      Que chatice.
      Aquele abraço

      Eliminar
  4. E as trumpalhadas continuam e já para desespero até no ou do seu partido.

    Há dias estive a ler um estudo feito por várias entidades incluindo universidades (não me recordo o nome) sobre o perfil de Trump e bate tudo certo Pedro...o homem é mesmo tresloucado e incompetente.

    Beijocas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Um lunático que se acha genial e que tem uma legião de gente, reconheça-se isso, a achar que ele é mesmo genial.
      É issso que o faz ainda mais perigoso e mais temível, Fatyly.
      Beijocas

      Eliminar
  5. Infelizmente, sim, o espectáculo da grosseria , da má educação e da arrogância está assegurado por Trump....Será que aguenta os quatro anos ou a CIA, o FBI acabarão por resolver o assunto?

    Um filme de terror, esta administração !!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por Trump e pelas figurinhas que o seguem, São.
      Quem diria que poderia haver alguém ainda pior que Bush!!

      Eliminar
    2. Sim,tem razão, por ele e pelas criaturas que escolhe!

      Mas só quem for muito parvo é que aceitará convite para trabalhar com Trump, depois de tudo quanto tem acontecido e das humilhações públicas a que sujeita quem deixou de lhe agradar

      Verdade, quem diria???

      Eliminar
    3. Ele continua a ter fiéis seguidores e gente que o acha fenomenal.
      Olhe mais abaixo o comentário do Afonso de Portugal.

      Eliminar
  6. Apesar de eleito (ainda não se sabe se com falcatruas) aquele país não merecia este presidente. Teima em fazer crer que é uma águia real, mas tem-se revelado um peneireiro vulgar que, rodeado por falcões (o próprio Partido Republicano) como está, acabará por lhe sucumbir às mãos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O pior é que os Estados Unidos, como única super-potência, influenciam o resto do Mundo Corvo Negro.
      Nós também temos que gramar com as loucuras de Donald Trump.
      E não o podemos despedir.

      Eliminar
  7. Uma telenovela que teima em nao terminar...Por vezes nem sei se hei-de rir ou chorar com tanta idiotice!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O melhor mesmo é rir, Sami.
      Chorar não adianta nada.

      Eliminar
  8. Todos os dias, ou quase todos, surgem episódios recambolescos da presidência Trump.
    Não consigo entender como este senhor chegou a presidente.
    Caso para dizer:- Que mais irá acontecer!?

    Beijos Pedro

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Com Trump podemos sempre esperar surpresas, Manu.
      Essa é a única certeza.
      Beijos

      Eliminar
  9. Muito me vou rir se, em 2020, o Trump voltar a ser eleito e todas as pessoas que o têm andado a maldizer tiverem que engolir novamente o sapinho!

    Boa para Presidente dos EUA só mesmo a pérfida da bruxa Hilária, uma derrotada tão abjecta e rancorosa que agora até decidiu escrever um livro a "explicar" porque é que perdeu, não é? :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não me admirava nada que a estupidez chegasse a esses pontos, Afonso de Portugal.
      Os americanos não elegeram e reelegeram Bush?
      Para palhaço na política ainda prefiro o Tiririca.

      Eliminar
  10. Aquela administração, é de doidos. A começar pelo seu chefe máximo.
    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O chefe dos doidos, o lunático mor, Elvira Carvalho.
      Abraço

      Eliminar
  11. Uma verdadeira novela; será que vai ter impeachment?

    Sobre as gaiolas e os bebedouros chineses, realmente são verdadeiras obras de arte.
    Aqui no Brasil usamos mais como decoração com flores dentro, em casas ou apartamentos.
    Obs: Criamos a Casa De Madeira, com o objetivo de mostrar o:
    faça você mesmo; com foco na valorização do simples e que tbm indo por esse viés pode-se viver bem, onde sonhos podem ser feitos também em escalas menores, onde se é valorizado os pequenos momentos e sonhos. Por aqui não temos empregados tudo é feito por nós; desde a casa a sua pintura, o terreno, etc, etc. Fazemos parte de um grupo que mostramos que também dá para fazer no simples e o tal não quer dizer simplório.
    Casas menores assim são um estilo de vida, que cada vez mais aqui no Brasil e em certos países está sendo adotado. k
    Apesar de todo o conhecimento adquirido e alguns títulos que eu e meu esposo adquirimos em vários segmentos, não fazemos questão nenhuma de expor isso na web; até porque não é o objetivo inicial da casademadeira, que já coloca a sua ideia nas suas primeiras postagens.
    Mas com certeza ideias e sugestões e reclamações k, serão sempre bem vindas k, é só para esclarecer o objetivo da casa mesmo. Então Cristais, Bacarat, obras de arte k, dificilmente vão ser mostradas em imagens no blog. Não é o objetivo.
    Abraços
    Boa Continuação de semana.
    janicce.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não acredito na possibilidade de impeachment, Jannice (tem o mesmo nome da filha de uma grande amiga).

      O que vai mostrando no blogue é sempre de um bom gosto a toda a prova.
      Referi as gaiolas e os bebedouros chineses porque os acho particularmente belos.
      Um amigo meu é coleccionar de bebedouros.
      Tem tantos que já fizeram exposições com eles.
      E sim, concordo, são excelentes objectos de decoração.
      Abraços, boa continuação de semana

      Eliminar
  12. Eu sempre disse aos meus amigos, para não pensarem que o Dallas era só ficção...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A realidade às vezes mostra-se capaz de ultrapassar a ficção.
      E com actores ainda mais fracos, menos talentosos, Carlos.

      Eliminar
  13. Já nem se sabe o que dizer das trapalhadas que vai
    pela Casa Branca(que Trump considera ser uma lixeira...).
    Tudo é possível, meu amigo.
    Se a Américanão fosse tão importante, levava-se
    a situação para o lado cómico, mas...um perigo!
    Abraço amigo.
    Irene Alves

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo com Trump, Irene Alves.
      A Casa Branca, com ele lá dentro, é uma lixeira.
      Uma estrumeira, diria eu.
      Abraço amigo

      Eliminar
  14. Só comprova a falta de norteio do governo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cada tiro cada melro, Mami.
      Um filme de terror ao vivo e a cores.

      Eliminar
  15. Respostas
    1. Ao mesmo tempo trágico e cómico, papoila.
      Bjs

      Eliminar