9 de agosto de 2017

Retórica belicista nunca antes vista


Passa hoje mais um aniversário do lançamento da bomba atómica em Nagasaki (9 de Agosto de 1945).
Muitos anos depois ainda não se sabe com toda a certeza o número de vítimas, as consequências para os que sobreviveram, para o país atingido, para o Planeta.
A Humanidade aprendeu algo com as terríveis lições de devastação de Hiroshima e Nagasaki?
Os anos da chamada Guerra Fria pareciam indicar que sim, que a ameaça nuclear, ainda que sempre existente, não passaria disso mesmo, de uma ameaça, de um poder de dissuasão.
Um cenário que se vê subitamente alterado, ou pelo menos posto em dúvida, com as declarações de dois loucos.
Dois loucos com muito poder nas vertentes política e bélica.
Dois loucos que se ameaçam mutuamente com acções militares nunca antes vistas.
Ao contrário do mero efeito dissuasor dos tempos de Guerra Fria a retórica de Donald Trump e Kim Jong-un é verdadeiramente assustadora e deve ser levada muito a sério.
Kim Jong-un ameaça os Estados Unidos na sequência das sanções aplicadas pelo Conselho de Segurança das Nações Unidas que deixaram o regime norte-coreano ainda mais isolado política e economicamente.
Donald Trump, em gozo de férias, responde nos mesmos termos porque está farto das ameaças norte-coreanas e porque convenientemente recebeu relatórios que confirmam  que os avanços norte-coreanos rumo à posse e transporte de ogivas nucleares são muito reais e muito maiores do que se pensava.
Donald Trump e Kim Jong-un falam em ataques com um poder de fogo nunca antes visto.
O resto do Planeta deseja que não se passe desta retórica belicista, ela sim nunca antes vista, para uma guerra de consequências impossíveis de prever.

20 comentários:

  1. EStou cada mais assustada e preocupada pois estes dois doidos de hospício são bem capazes de destruir tudo ...

    Quanto aos relatórios, pois não acredito em nada disso nem semelhantes desde que Bush e Blair inventaram os que denunciavam armas de destruição maciça no Iraque para justificar uma agressão bárbara e que colocou aquel zona na péssima situação em que se encontra hoje.

    Deus nos proteja a nós e os ilumine a eles !!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Relatórios que apareceram logo nesta altura que vêem dar tanto jeito, São.
      Parece que fazem de nós idiotas.
      Ouvir Trump é ouvir Kim Jong-un.
      Mas a falar inglês.
      Que dois fdp mais alucinados!! :(

      Eliminar
  2. Bom dia Pedro,
    E será que os eleitores de Trump mão o conheciam a fundo, ou o elegeram no escuro. Afff, ele é um piradão!
    Agradecida pela visita e leitura aos meu Haicais!
    Dia azul , desejo!
    Abraço!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não acredito que os milhões de eleitores que votaram em Trump não soubessem que ele é um alucinado, Diná.
      O problema é que podemos todos sofrer as consequências desse voto e das loucuras de Trump.
      Abraço

      Eliminar
  3. E o mundo todo ira sofrer se estes dois prepotentes forem avante com as suas ameacas!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Deus queira que não, Sami.
      Que dois estupores alucinados!

      Eliminar
  4. Como não podia deixar de ser, hoje também escrevi sobre este conflito latente entre dois miúdos com uma grande dose de loucura e inconsciência.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas o miúdo americano já tinha idade para ter juízo, Carlos.
      O outro é um puto e será sempre um puto.
      Trump é um velho lunático.

      Eliminar
  5. De dois loucos varridos nunca se sabe e não tenho nenhuma bola de cristal. No entanto Trump já tem idade para não andar tanto à deriva e continua a ser o inconsequente de sempre, menino nascido em berço de ouro e que anda sempre twittar. O outro é muito mais novo mas lunático e igualmente nascido em berço de ouro anda a brincar com material bélico e oxalá que o feitiço não se vire contra o feiticeiro.

    Acredito num futuro melhor!

    Beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Esperemos que realmente não se passe da retórica, Janita.
      Mas, daqueles dois, nunca se sabe o que esperar.
      Beijos

      Eliminar
  6. "Cão k ladra não morde", diz o provérbio e o "cão" Trump ladra, apenas, infelizmente. Estou mto desiludida com ele, diga-se! Ainda bem, pensam alguns, muitos.

    Qto ao outro, é um maníaco, um démodé, uma tarado que se julga teocêntrico, ou pior, é.

    Penso que, e por enqto, está tudo em lume brando, verbal, Pedro!

    Beijo e bom resto de semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Assim seja, CÉU.
      Mas confesso que a CÉU é bem mais optimista que eu.
      Tenho muito medo destes dois tresloucados e dos "brinquedos" de destruição maciça que possuem.
      Beijos, bom resto de semana também

      Eliminar
  7. As coisas não estão nada boas. Nunca se viu, assim, a simulação do jogo bélico nuclear entre dois contendores, com um desnível de potencial tão acentuado. O deslizamento da linguagem é assustador, mas quando surgem notícias de relatórios a querer justificar a escalada para um patamar de conflito em que já não pode haver recuos, valha-nos Deus!
    Com estas duas personagens paranóicas, com pés de barro, tudo é possivel. Esperemos que os que os rodeiam não alinhem em aventuras de resultado imprevisível.
    Abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Como a São bem lembra, os relatórios de conveniência nos Estados Unidos trazem muito más memórias, Agostinho.
      Aquele abraço

      Eliminar
  8. Dois doidos a temer. Espero que não passem das palavras à prática.

    Beijos Pedro

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Esperamos todos, Manu.
      Mas, com aqueles dois lunáticos, nunca se sabe.
      Beijos

      Eliminar
  9. Esses dois malucos estão fazendo muito teatro, mas o coreano é muito provocador, será que não mede as consequências no seu país, no seu regime, no seu povo? Tá medindo forças com uma potência americana? O que será que quer? O Trump não é muito diplomático...quando desembestar a coisa vai ficar feia. E o Kim Jong-un, quer o quê? Que loucura, pobre gente dessas e outras nações, sofrerão o inferno por causa de dois malucos.
    Bjs, Pedro. Só faltava essa em pleno século XXI!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu acho os dois cretinos absolutamente transparentes, Tais Luso.
      Kim quer manter o povo alienado, convencido que vive no paraíso, inconsciente das necessidades mais básicas que lhe são negadas.
      Trump é o justiceiro, o vingador, o cowboy, o típico herói americano.
      Os dois juntos formam um cocktail explosivo.
      Beijos, Bfds

      Eliminar
  10. É só retórica sim, PEdro.
    Só pode ser.
    Olha só para a cara dos dois...
    São huf e puff mas... é só isso.

    Não é mesmo????

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Esperemos que sim, Portuguesinha, esperemos que sim.

      Eliminar