1 de agosto de 2017

Chavismo sem Chávez


Nicolás Maduro, o homem que conseguiu transformar uma Venezuela rica e próspera num país à beira do caos político e económico, continua a sua cruzada rumo a um chavismo sem o seu criador e figura inspiradora, Hugo Chávez.
O último passo nesta jornada tresloucada e direccionada ao abismo foi a realização de eleições para a formação de uma Assembleia Constituinte.
Umas eleições realizadas só com candidatos chavistas, com o boicote generalizado das forças oposicionistas e da comunidade internacional, em clima de grande violência, terror e intimidação, longe da monitorização independente de organizações internacionais e dos meios de comunicação social independentes.
Nicolás Maduro fala em jornada histórica, em vitória retumbante.
A oposição e a comunidade internacional falam em fraude generalizada, em taxas de abstenção brutais.
Apoiado nos resultados eleitorais, Nicolás Maduro seguirá o seu caminho de conquista de poder absoluto, à sombra de uma hipotética revolução bolivariana, e fala já na forte possibilidade de instaurar o estado de emergência no país, o que lhe permitirá justificar todos os desmandos.
Um caminho de conquista de poder que contará com forte oposição interna e internacional, num facilmente previsível clima de crescente descontentamento e violência a nível interno.
Sem liberdade, sem acesso a bens de consumo essenciais, sem paz social, enfrentando taxas de inflacção brutais, a Venezuela caminha a passos largos para um cenário de guerra civil.
Sempre com o lunático Nicolás Maduro a insistir na ideia de implantar no país um chavismo sem Chávez.

38 comentários:

  1. bom dia
    parece impossível como ainda existem pessoas com ideias assim.
    não sei mesmo onde vai parar um país que já foi considerado a Suíça da América latina.
    JAFR

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Com o país em cacos, partido ao meio, situação que se agravou com esta fantochada a que Maduro chamou eleição, vejo com preocupação a Venezuela a caminho da guerra civil.
      Um abraço

      Eliminar
  2. Amigo Pedro sem querer cometi uma imprecisão no meu comentário anterior. Meti o endereço de um dos blogues do meu pai.
    As minhas desculpas e vou repetir o comentário.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não publiquei esse comentário, Francisco Emanuel.
      Está tudo solucionado.

      Eliminar
  3. Como é que é possível uma "pessoa" arruinar um pais com a facilidade que este "senhor" fez???? e ainda ter uma legião de seguidores.
    Um abraço.
    Autografos Futebol

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O país com maiores reservas de petróleo no Mundo segundo os dados da OPEP, Francisco Emanuel.
      E completamente estilhaçado e de rastos.
      Aquele abraço

      Eliminar
  4. Enquanto não lhe derem um tiro para não morrer de maduro.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Uma cópia barata do outro que já era um idiota, João Menéres.

      Eliminar
  5. Quando pensava que já tinha visto tudo na America do Sul, eis que surge um "Fidel de Castro" fora de tempo e de sítio!

    Como é que alguém consegue destruir um país só para ficar no topo?
    Aliás, o que é que interessa estar no topo quando se arrasou a montanha?

    Tipos como o Chavez, o Maduro, o Castro, sempre me confundiram! Apregoam a igualdade mas não a praticam, apregoam a liberdade mas só para quem pensa como eles.

    És livre de ter a mesma opinião que eu. Se não tiveres, não és livre!

    Como eu sempre disse, uma ditadura é uma ditadura, seja do proletariado ou não!

    Mas isto é mau. Se o gajo se safa o Trump ainda lhe tenta seguir as pisadas com uma ditadura de wall street (assumida, porque não assumida já existe há muito...)

    Enfim...

    :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ditadores, de direita ou de esquerda, para mim são escumalha abjecta, Cláudio Gil.
      Não há ditadores bons.
      Fdp sejam de que quadrante forem.
      Infelizmente vivemos uma época em que os loucos e os bandidos têm demasiado poder.

      Eliminar
  6. Caro Amigo Pedro Coimbra.
    Apesar de estarmos aqui estarrecidos até que ponto chegou a nefasta corrupção na política brasileira, também estamos atônitos com o que acontece no país setentrional vizinho.
    Caloroso abraço. Saudações apreensivas.
    Até breve...
    João Paulo de Oliveira
    Um ser vivente em busca do conhecimento e do bem viver, sem véus, sem ranços, co m muita imaginação, autenticidade e gozo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O que se passa na Venezuela é revoltante, Amigo João Paulo de Oliveira.
      Aquele povo devia viver à grande, não era andar neste sobressalto terrível.
      Aquele abraço

      Eliminar
  7. Maduro não tem nem a força nem o carisma de Chavez.Este teve o mérito de dar melhores condições de vida a pessoas completamente desfavorecidas e de nacionalizar companhias petrolíferas.

    A aliar às loucuras de Madiro temos também a intervenção dos EUA, que já o fizera no golpe de estado contra Chavez.

    Obviamente , nada disto justifica o que está acontecendo e a prevísivel guerra civil que se aproxima rapidamente.

    Paz para Sam Shepard e Jeanne Moureua.


    Bom regresso de férias :) :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Chávez foi quem começou a borrar a pintura toda, São.
      Apostou numa subida quase imparável dos preços do barril de petróleo e depois, quando os preços começaram a vir por aí abaixo, não sabia o que fazer.
      Deixou a batata quente para o seu sucessor que não passa de uma cópia barata de Chávez que já de si não prestava.

      Intervenção americana?
      Qual é a novidade?
      É assim em toda a parte, não pode minimamente justificar o que se passa na Venezuela.
      O que este sacana quer é pura e simplesmente perpetuar-se no poder e com poder absoluto.
      Cleptómano, nada mais que isso.

      Associo-me aos votos de Paz e Luz para esses dois monstros.
      Os bons vão partindo.

      Eliminar
  8. É impressionante como existem pessoas com espírito de maldade e destruição. Pior, que essas pessoas conseguem chegar ao poder e ficar assim no trono da maldade!AbraçO

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O pior de tudo é infernizarem a vida de milhões de inocentes, Nidja Andrade.
      Abraço

      Eliminar
  9. Pedro, tenho família em Venezuela.

    Estamos perplexos pois a cada dia conseguem piorar ainda mais.


    Muito triste isso tudo.


    abç

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Há muita emigração portuguesa na Venezuela, margoh.
      Gente trabalhadora, que construiu ali uma vida com muito esforço, muita dedicação.
      Que, de um momento para o outro, por causa deste louco, vê a sua vida completamente destruída.
      Abraço

      Eliminar
  10. E lembrar-me eu que a Venezuela chegou a ser o destino preferido da emigração portuguesa em várias décadas do sec.xx !!! ... Ainda hoje conheço muitos descendentes de muitas famílias que demandaram a Venezuela naquela altura e recordo o tom de admiração com que os nomeávamos : "os venezuelanos" !!! ... mas com sinal de respeito e admiração !
    O facto é que somos ainda o país da União europeia com maior quantidade de emigrantes na Venezuela, por sinal ( na Amér. do Sul), o maior número depois do Brasil !
    É por isso que para nós esta situação se reveste de particularidades muito importantes e preocupantes!
    Creio que a muitos portugueses, este factor não é perceptível !

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sei de pessoas que estão nessa situação, Rui.
      Pessoas que pouca ou nenhuma ligação têm agora a Portugal porque foi na Venezuela que fizeram as suas vidas.
      Com esforço, com trabalho, com dedicação.
      E agora vão fazer o quê?
      FDP do Maduro!!

      Eliminar
  11. Insisto no que sempre tenho dito: o maior erro de Chavez foi ter esolhido Maduro para sucessor.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não sei se foi esse se foi o ter apostado cegamente na contínua subida dos preços do barril do petróleo, Carlos.
      O tresloucado falava em 200 dólares por barril, no mínimo.
      E este cretino que lhe sucedeu (isto é que é uma bela democracia, não é, PCP??) ficou com essa factura para pagar.

      Eliminar
  12. Férias interrompidas por uns dias, eis-me de visita aos amigos.
    A incompetência e loucura do Maduro, não tem limites.
    Um abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Maduro é um louco estúpido, Elvira carvalho.
      Que está a arruinar o país com maiores reservas petrolíferas do Planeta e a infernizar um povo nesse processo.
      Um abraço

      Eliminar
  13. Assustador o que se está a passar por lá

    ResponderEliminar
  14. Um delito contra a humanidade. Contradiz-se nas suas politicas e de tanta cegueira, arruína um País que não é dele mas sim, de todo um povo. E arruína um povo que vai ficar isolado e num total colapso económico. Um homem surreal,um pesadelo.

    Bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O país com maiores reservas petrolíferas no Planeta, mz.
      Que devia ser rico, que devia ter a sua população a viver à sombra dessa riqueza.
      Bjs

      Eliminar
  15. Respostas
    1. Eu também tenho essa esperança, Portuguesinha.
      Mas confesso que cada vez esmorece mais.

      Eliminar
  16. Tenho esperança que Meduro irá cair de maduro. Assustador!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ele já estava podre quando assumiu o cargo, Fatyly.

      Eliminar
  17. Isso era o que o PT queria fazer aqui. Bandidos. E há quem defenda.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Há sempre gente que gosta de enterrar a cabeça na areia, Anajá.

      Eliminar
  18. Não só o PT mais todos os partidos juntos arruinou o Brasil,
    obrigado pela visita.
    Blog: https://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br/
    Canal:https://www.youtube.com/watch?v=DmO8csZDARM

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Infelizmente não falta quem arruíne países, Nequéren Reis.
      O que é complicado é encontrar estadistas e pessoas que façam os países e os seus povos prosperar.

      Eliminar