19 de abril de 2017

The Child

Uma campanha publicitária a não perder.

16 comentários:

  1. Respostas
    1. Esta campanha é simplesmente comovente, Francisco.
      Porque sabemos ser bem real o flagelo que retrata.
      Nunca dei uma esmola a quem me veio pedir comida.
      Dinheiro?
      Isso não, até porque muitas vezes vai parar às mãos de quem explora estes inocentes.
      Refeições?
      Quantas quiserem, o que quiserem.
      Para comer e para levar.
      Aquele abraço

      Eliminar
  2. Comovente sem dúvida!
    Perante a fome que graça por esse mundo fora, não são os bens materiais que importam.

    Beijos Pedro

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Uma criança deve querer brinquedos, Manu.
      Não devia estar ansiosa para comer :(
      Beijos

      Eliminar
  3. Simplesmente magnifico este video, bem merece ser divulgado.
    Um abraço!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vale a pena espreitar a campanha toda, Rui.
      Faz doer o coração mas é absolutamente necessária, infelizmente.
      Aquele abraço

      Eliminar
  4. Quando "dou" esmolas também é sempre comida, roupa, etc. Não costumo dar dinheiro. Prefiro que se sentem à minha mesa e comam algo que lhes apeteça.
    A suposta conta foi "maravilhosa" e enviada por alguém com coração e humanidade !

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não gosto de dar dinheiro, Ricardo.
      Sobretudo a crianças.
      Porque muitas vezes são instrumentalizadas e exploradas por adultos sem escrúpulos nem coração.

      Eliminar
  5. Respostas
    1. Vale a pena espreitar a campanha toda, papoila.
      Bjs

      Eliminar
  6. Respostas
    1. Uma campanha que tem mais spots muito, muito, bons.
      Que retratam uma realidade horrível e que comovem, comovem muito.

      Eliminar
  7. Comovi-me e não consigo dizer mais nada porque bateu fundo e sei bem a cor/dor da fome!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Dentro dos muitos horrores que a Humanidade vive a fome será o pior e o mais incompreensível de todos, Fatyly.
      E a fome que atinge crianças é ainda mais revoltante.

      Eliminar
  8. Gostei, não estava à espera de como terminou :)
    um beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Uma campanha muito bem imaginada.
      Que retrata e tenta combater um flagelo incompreensível, Gábi.
      Beijinhos

      Eliminar