31 de outubro de 2010

O Porto sabe nadar! O Braga afundou. Ronaldo e Nani em grande

O Porto não acusou a pressão e venceu em Coimbra (1-0).
Debaixo de uma chuva diluviana, que transformou o relvado (estreado na semana passada!!) de Coimbra numa piscina, com os dois treinadores a quererem adiar o jogo, outros interesses falaram mais alto e o jogo realizou-se.
Quando se esperava um jogo aberto, bem jogado, com aquela chuva e aquele relvado, foi mais uma lotaria.
Na qual o Porto foi mais forte e mais feliz.
O golo de Varela, mais um e muito bonito, mantém a distância para o Benfica e alarga-a para o Braga.
Ainda houve tempo no jogo para Moutinho falhar um penáti, para a Académica atirar uma bola à trave mesmo no final, e para Fernando se lesionar.
Mais do que isso, muito pouco porque não havia condições para tal.
Ficou a certeza que esta equipa do Porto também sabe lutar quando é preciso.

O Braga é que foi ao fundo.
A derrota em Vila do Conde, que corresponde à primeira vitória do Rio Ave nesta edição da Liga (2-0) deixou claras as deficiências que já aqui referi várias vezes - esta equipa do Braga não tem estrutura para disputar duas competições da envergadura da Liga e da Liga dos Campeões ao mesmo tempo.
Na época passada foi prematuramente eliminada das provas europeias.
Esta época, depois do resultado de ontem, está prematuramente afastada da discussao pelo título.

Dois portugueses em evidência nos grandes campeonatos europeus - um em Espanha (Ronaldo), outro em Inglaterra (Nani).
Ronaldo marcou dois golos na vitória (difícil) sobre o Hércules.
Nani marcou um golo, controverso, na vitória do Manchester sobre o Tottenham.




As séries da minha vida (49)

As experiências pessoais e familiares dos craiadores da série são transportadas para a televisão, os personagens são moldados em familiares, amigos, nos próprios criativos.
E assim nasceu um dos maiores fenómenos de audiência televisiva - Everybody Loves Raymond.
Phillip Rosenthal e Ray Romano imaginaram a série, os diálogos, conceberam os personagens.
Série que foi exibida na cadeia CBS entre 1995 e 2006 e que tinha como principais intérpretes Ray Romano, Patricia Heaton, Brad Garrett, Peter Boyle, Doris Roberts, Monica Horan, Madylin Sweeten, Sawyer Sweeten e Sullivan Sweeten.
Patricia Heaton e Ray Romano
Frank e Marie Barone

Apóstrofo

Esta é de doer....


A pergunta foi: qual a função do apóstrofo?

(Pra quem não se lembra, apóstrofo é aquele "risquinho" que serve pra suprimir vogais entre duas palavras.... Ex: copo d'água)

E a resposta (imperdível) merece um troféu!

PLANO PARA SALVAR PORTUGAL DA CRISE EM 14 PASSOS

Passo 1 :
Trocamos a Madeira e os Açores pela Galiza, mas os espanhóis têm que levar o Sócrates.

Passo 2 :
Os galegos são boa onda, não dão chatices e ainda ficamos com o dinheiro gerado pela Zara (é só a 3ª maior empresa de vestuário).
A indústria têxtil portuguesa é revitalizada.
A Espanha fica encurralada entre os Bascos e o Sócrates.

Passo 3 :
Desesperados, os espanhóis tentam devolver o Sócrates.
A malta não aceita.

Passo 4:
Oferecem também o Pais Basco.
A malta mantém-se firme e não aceita.

Passo 5:
A Catalunha aproveita a confusão para pedir a independência.
Cada vez mais desesperados, os espanhóis devolvem-nos a Madeira e os Açores e dão-nos ainda o Pais Basco e a Catalunha.
A contrapartida é termos que ficar com o Sócrates.
A malta arma-se em difícil mas aceita.

Passo 6:
Damos a independência ao País Basco.
A contrapartida é eles ficarem com o Sócrates.
A malta da ETA pensa que pode bem com ele e aceita sem hesitar.
Sem o Sócrates Portugal torna-se um paraíso e a Catalunha não causa problemas.

Passo 7:
Afinal a ETA não aguenta o Sócrates, e o País Basco pede para se tornar território português.
A malta faz-se difícil mas aceita (apesar de estar lá o Sócrates).

Passo 8:
Fazemos um acordo com o Brasil.
Eles enviam-nos o lixo e nós mandamos-lhes o Sócrates.

Passo 9:
O Brasil pede para voltar a ser colónia portuguesa.
A malta aceita e manda o Sócrates para os Farilhões das Berlengas apesar das gaivotas perderem as penas e as andorinhas do mar deixarem de por ovos.

Passo 10:
Com os jogadores brasileiros mais os portugueses, Portugal torna-se campeão do mundo de futebol!

Passo 11:
Os espanhóis ficam tão desmoralizados, que nem oferecem resistência quando os mandamos para Marrocos.

Passo 12:
Unificamos finalmente a Península Ibérica sob a bandeira portuguesa.

Passo 13:
A dimensão extraordinária adquirida que une a Península e o Brasil, torna-nos verdadeiros senhores do Atlântico.
Colocamos portagens no mar, principalmente para os barcos americanos, que são sujeitos a uma sobretaxa tão elevada que nem o preço do petróleo os salva.

Passo 14:
Economicamente asfixiados eles tentam aterrorizar-nos com o Bin Laden, mas a malta ameaça enviar-lhes o Sócrates e eles rendem-se incondicionalmente.

 

Está ultrapassada a crise!

Humor cubano (2)


Um cubano queria fugir da ilha e lembrou-se de aproveitar a partida do circo de Moscovo que, na altura, se exibia por lá.

Então disfarçou-se de macaco e meteu-se na jaula dos animais.

Pouco antes da partida de Cuba, aparece o domador e mete os leões na mesma jaula...

O cubano, desesperado e cheio de medo, desata a gritar por socorro e a tentar sair da jaula, quando um dos leões lhe diz:

- Vê se te calas ou ainda lixas a fuga a toda agente!!!!

Contrafacting não há argumenting! (9)

Mais uma maravilha da ilusão de ótica "Gucci" passou a "Cuggi"

Tesourinhos de Portugal (9)

Criatividade não tem limites (23)

Alinna

Regresso aos anos oitenta (216)

30 de outubro de 2010

Por um preço destes, as garotas mostram o quê?

"Roubei" esta capa do Diário de Coimbra na página do Facebook do meu amigo João Paulo Jacob.

Conta de cinco mil euros num bar de strip?
Por um preço destes, para além do habitual, as cachopas mostram o quê?
Certificado de garantia?
Relatórios médicos?
Radiografias?
Devem ter cá um esqueleto!!'

Um abraço Jacob.

Aimar e mar....

O Benfica cumpriu a obrigação e venceu o Paços de Ferreira (2-0) na Luz.
Com esta vitória, a quinta consecutiva, e sem sofrer golos, os encarnados ganham fôlego para o jogo do Dragão na próxima semana.
Mais, colocam pressão sobre o Porto para o jogo de hoje em Coimbra.
Esta a vertente positiva do jogo de ontem.
O lado negativo, a pálida exibição da equipa do Benfica.
Acrescida do sub-rendimento de algumas unidades (César Peixoto e Gaitán à cabeça).
No plano oposto, um Aimar em grande.
Com um golo fenomenal, de génio, abriu o caminho da vitória.
Depois foi comandando e pensando o jogo do Benfica no resto do jogo.
Um verdadeiro 10 o argentino no jogo de ontem.
Benfica que deixou o Paços jogar muito na Luz e que só descansou quando Kardec fez o 2-0 na conversão de uma grande penalidade.
Nota artística muito baixa para este Benfica (excepção ao golo de Aimar), mas objectivos cumpridos na totalidade - a vitória, os três pontos, a pressão sobre o Porto, os jogadores amarelados que não viram cartões, a possibilidade de dar alguns minutos de repouso a jogadores mais desgastados.
Sendo o mais importante, também não deixa de ser verdade que o Benfica tem que apresentar outra face quando receber o Lyon e se deslocar ao Dragão.
Jorge Jesus sabe isso melhor do que eu.

As séries da minha vida (48)

Concebido como programa radiofónico, e lançado enquanto tal no Chanel 4 da BBC, passou a programa televisivo, primeiro em Inglaterra, depois nos Estados Unidos.
E é a versão americana, exibida na cadeia ABC entre 1998 e 2006 que aqui está em destaque - Who's Line Is It Anywhay?
A frase de Drew Carey diz tudo acerca do programa - "the show where everything is made up and the points don't matter".
Improvisação total dos actores em palco, criando momentos de humor extraordinários com temas que lhes eram dados a conhecer no momento.
Muitas vezes escolhidos pelo público presente no estúdio.
Dan Patterson e Mark Leveson imaginaram a série.
 Drew Carey era o anfitrião.
Wayne Brady, Chip Esten, Kathy Greenwood, Colin Mochrie, Greg Proops, Brad Sherwood, Denny Siegel, Ryan Stiles e Jeff Davis, com a ajuda de Laura Hall, Linda Taylor e Cece Worrall-Ruben no acompanhamento musical, proporcionaram-nos momentos de pura genialidade.
Verdadeiramente hilariante.
Scenes from a Hat
E os famosos hoedown

A despedida do padre


No jantar de despedida, depois de 25 anos de trabalho à frente da paróquia, o padre discursa:

- A primeira impressão que tive desta paróquia foi com a primeira confissão que ouvi. A pessoa confessou ter roubado um aparelho de TV, dinheiro dos seus pais, a empresa onde trabalhava, além de ter aventuras amorosas com as esposas dos amigos. Também se dedicava ao tráfico de drogas e havia transmitido uma doença venérea à própria irmã. Fiquei assustadíssimo. Com o passar do tempo, entretanto, conheci uma paróquia cheia de gente responsável, com valores, comprometida com sua fé.

Atrasado, chegou então o Presidente da Câmara para prestar uma homenagem ao Padre. Pediu desculpas pelo atraso e começou o discurso:

- Nunca vou esquecer o dia em que o Padre chegou à nossa paróquia. Como poderia? Tive a honra de ser o primeiro a me confessar.

Seguiu-se um silêncio assustador.

MORAL DA HISTÓRIA: Nunca se atrase!!

Mas quando se atrasar, fique de boca fechada!!!!

Humor cubano (1)


Um europeu pergunta a um cubano:

- Então, como é que vocês vão em Cuba?

- Olha, *não nos podemos queixar.....*

- Ah, sim??? Vão andando menos mal, é?

- Não, não!!! *NÃO NOS PODEMOS QUEIXAR...!!!!!*

Contrafacting não há argumenting! (8)

SONY agora é... "SQMY"???


Tesourinhos de Portugal (8)

Criatividade não tem limites (22)

Wheaties Shopping Bag


Regresso aos anos oitenta (215)

29 de outubro de 2010

Hu Jintao vai comprar Portugal


Hu Jintao, Presidente chinês, desloca-se a Portugal a partir do próximo dia 5 de Novembro.
Hu Jintao que já revelou publicamente a possibilidade de adquirir parte da dívida externa portuguesa durante esta deslocação.
E, já que estamos a falar em saldos, também no dia 5 de Novembro, tem início no Venetian Macau o Asia’s Billion Dollar Brand Sale.

As séries da minha vida (47)

O dia-a-dia de um indivíduo absolutamente vulgar, em casa e no local de trabalho, as suas aventuras amorosas, os seus conflitos, as suas amizades - The Drew Carey Show.
Exibida originalmente na cadeia ABC entre os anos de 1995 e 2004, a série deu a conhecer um até então desconhecido Drew Carey.
Com carreira no universo da stand-up comedy e na criação de diálogos e argumentos para outras séries humorísticas, Drew Carey deu-se a conhecer nesta série, a primeira a ter os eus episódios exibidos em simultâneo online.
Argumento criado por Drew Carey e Bruce Helford, com Drew Carey, Ryan Stiles, Diedrich Bader, Kathy Kinney, Christa Miller, Kevin Pollak, Craig Ferguson, John Carroll Lynch e Cynthia Watros como protagonistas.
É fácil adivinhar qual vai ser a série em destaque amanhã....
O genérico
Um genérico alternativo

Frase do dia


"A reforma é como o horizonte: uma linha imaginária que recua à medida que tu avanças."

Velório alentejano


Um Lisboeta, de passagem pelo Alentejo, foi surpreendido com a notícia de que um amigo muito querido tinha falecido e seria enterrado naquela tarde.
Chateado com a situação, pela perda de um amigo do peito, procurou saber onde seria o velório e foi para lá.
Ao chegar, viu que no caixão estava o morto inteiramente nu, e ao lado deste, um grande pote cheio de creme, no qual cada um dos presentes metia a mão e após apanhar um pouco, passava sobre o defunto.
Surpreendido pela cena, coisa inusitada para ele, aproximou-se da esposa e perguntou:
- Desculpe-me a ignorância, mas o que lhe estão a fazer, é tradição por aqui?
A esposa respondeu prontamente:
- Não senhor! É inédito! Nunca o fizemos. Ele é que pediu para ser cremado.....

Contrafacting não há argumenting! (7)

O vendedor pode dar a desculpa de que o logotipo da Converse (ou Convres) não coube no ténis.

Tesourinhos de Portugal (7)

Como era e como é ....


Situação 9: Fazias uma asneira na sala de aula.

Ano 1980:

O professor espetava uma chapada bem merecida.
Ao chegar a casa o pai dava-te mais duas porque 'alguma deves ter feito'

Ano 2010:

Fazes uma asneira.
O professor pede-te desculpa.
O teu pai pede-te desculpa e compra-te uma Playstation 3.

Criatividade não tem limites (21)

Floating Magic - I Bag 

Regresso aos anos oitenta (214)

Álbum lançado em 1977

28 de outubro de 2010

Make-up sex (Teixeira dos Santos e Eduardo Catroga)

Teixeira dos Santos e Eduardo Catroga em conversa imaginária após o falhanço das negociações do Orçamento.
Entretanto retomadas.

 "Make-up sex typically follows a passionate argument between lovers.  
  Sex is a terrific outlet for strong emotion. 
Post-fight lovemaking can be extremely satisfying in that the emotions raised during a fight can be channeled to a positive end. An added benefit of make-up sex is that both parties frequently forget the reason for the argument or at least are able to accept the disagreement in a more reasonable light."

Do you tango??!!

As conclusões de um estudo

Não se pode deixar de considerar que constitui uma deliciosa ironia o facto de uma instituição académica, encarregue pelo Executivo de levar a cabo um estudo, apresentar como conclusões(???) desse estudo (???) as mesmas questões que o Executivo havia considerado serem merecedoras de reflexão e pesquisa.
Acrescidas de uma factura de 170 000 patacas, obviamente.

As séries da minha vida (46)

Uma família da classe média/alta, o marido obstetra,  a esposa advogada - The Cosby Show.
Exibida originalmente na cadeia NBC entre 1984 e 1992, saída da imaginação criativa de Bill Cosby, Ed. Weinberger e Michael Leeson, a série retratava, de forma ligeira, o dia-a-dia de uma família afro-americana, as dores de crescimento dos filhos do casal Huxtable.
Com Bill Cosby, Phylicia Rashād, Sabrina Le Beauf, Geoffrey Owens, Lisa Bonet, Joseph C. Phillips, Malcolm-Jamal Warner, Tempestt Bledsoe, Keshia Knight Pulliam, Raven-Symoné e Erika Alexander como protagonistas, Bobby Mcferrin a cantar Show Me, a canção do genérico da série, The Cosby Show é creditada como a série que deu origem a várias que aqui serão destacadas.
Bill Cosby
O obstetra

Mulher é um artigo de luxo

Uma mulher estava passando de carro por uma rua e ao parar no sinal de trânsito foi abordada por uma moradora de rua, muito suja e de péssima aparência, que pediu a ela dinheiro para comprar comida.
A mulher pegou a carteira da bolsa, tirou R$ 50 e perguntou: 'Se eu te der este dinheiro, você não vai sair com tuas amigas e gastar tudo?'
'Que é isso, dona, eu não tenho amigas. Moro na rua.'
'Você não vai sair aí pelas lojas gastando?'
'Não, eu não entro em loja porque não deixam e gasto meu dinheiro só com comida.'
'Você não vai usar para ir a um salão fazer cabelo e unhas?'
'A senhora tá maluca? Faz uns vinte anos que não sei o que é salão.'
'Bom, a mulher disse, 'Eu não vou te dar o dinheiro. Entre aqui no carro que eu vou te levar para jantar comigo e meu marido esta noite.'
A mendiga ficou pasma. 'Mas teu marido não vai ficar furioso com você? Eu não tomo banho faz muito tempo, estou suja e fedorenta.'
'Não faz mal. Entre aí. Quero que ele veja como fica uma mulher quando ela pára de sair com amigas, de fazer compras e de ir ao salão." '

A origem dos dez Mandamentos


Deus perguntou aos Gregos:
- Vocês querem um mandamento?
- Qual seria o mandamento, Senhor?
- Não matarás!
- Não obrigado. Isso interromperia as nossas conquistas.

Então, Deus perguntou aos Egípcios:
- Vocês querem um mandamento?
- Qual seria o mandamento, Senhor?
- Não cometerás adultério!
- Não obrigado. Isso arruinaria os nossos fins-de-semana.

Chateado, mas não derrotado, Deus perguntou aos Assírios:
- Vocês querem um mandamento?
- Qual seria o mandamento, Senhor?
- Não roubarás!
- Não obrigado. Isso arruinaria a nossa economia.

Deus, enfim , perguntou aos Judeus:
- Vocês querem um mandamento?
- Quanto custa?
- É de graça.
- Então manda DEZ!

Contrafacting não há argumenting (6)

Qual o erro ?


Tesourinhos de Portugal (6)

Como era e como é....


Situação 8: Um menino branco e um menino negro andam à batatada por um ter chamado 'chocolate' ao outro.

Ano 1980:

Depois de uns socos esquivos, levantam-se e cada um para sua casa.
Amanhã são colegas.

Ano 2010:

A TVI envia os seus melhores correspondentes.
A SIC prepara uma grande reportagem dessas com investigadores que passaram dias no colégio a averiguar factos.
Emitem-se programas documentários sobre jovens problemáticos e ódio racial.
A juventude Skinhead finge revolucionar-se a respeito disto.
 O governo oferece um apartamento à família do miúdo negro.

Criatividade não tem limites (20)

Blush Lingerie : X-Ray Bag


Regresso aos anos oitenta (213)

27 de outubro de 2010

Os semáforos junto à Escola Portuguesa são uma excepção?


A PSP divulgou ontem, em conferência de imprensa, alguns dados que me deixaram algo confuso.
Acreditando nos dados ontem divulgados, a PSP autua os peões e os automobilistas que não respeitam as passadeiras.
E os semáforos.
Aqui surge a minha grande dúvida - os semáforos existentes junto às instalações da Escola Portuguesa constituirão excepção a esta regra?
Sim, é que, todos os dias, vejo ali uma série de peões que não ligam patavina aos semáforos.
Não sendo autuados em virtude desse desrespeito descarado.
Isto apesar de, muito frequentemente, estarem agentes colocados  naquele entroncamento.
Confesso que ainda não percebi exactamente para quê - não regulam o trânsito, deixam que seja ocupada a linha amarela, que se crie ali o caos, que sejam totalmente ignoradas todas as regras de trânsito.
Incluindo a sinalização semafórica.
Será que aquela zona é uma área de excepção, uma espécie de "no man's land"?

Então é essa a explicação para o Porto ganhar tantos jogos....


Depois de ler vários comentários na blogosfera, e nos "websites" dos jornais desportivos portugueses disponíveis "online", percebi que o Porto goleou o Leiria porque o treinador do Leiria deixou de fora cinco habituais titulares.
Mais, mesmo os jogadores que jogaram, empenharam-se somente em facilitar a tarefa ao Porto.
A exemplo do que aconteceu nos outros jogos todos que o Porto já ganhou nesta época, de resto.
14 em 15, para ser exacto.
As saudades de uma Comissão de Disciplina "isenta", de um Ricardo Costa servil, que ajude a equilibrar as contas, não é?
Ou que saiba desiquilibrar para o lado certo....

As séries da minha vida (45)

Uma série que começou a ser genial logo no título escolhido - 3rd Rock from the Sun (o terceiro calhau a contar do Sol)).
Uma série exibida na cadeia NBC, entre os anos de 1996 e 2001, que contava a história de uma missão secreta de extra-terrestres no estudo do menos importante dos planetas, o tal terceiro calhau a contar do Sol.
Misturados com os humanos, estes exploradores estudam os seus hábitos, adoptam alguns deles, são hilariantes.
Bonnie Turner and Terry Turner imaginaram a série e o enredo.
John Lithgow, Kristen Johnston, French Stewart, Joseph Gordon-Levitt, Jane Curtin, Simbi Khali, Elmarie Wendel e Wayne Knight deram vida aos personagens.
Sem comentários
Hilariante

Frase do dia


"Quando uma mulher sofre em silêncio, é porque o seu telemóvel está sem saldo"!

Contrafacting não há argumenting (5)

Só falta pintar as quatro (quatro?) listas da Abibas com as cores do arco-íris.

Tesourinhos de Portugal (5)

Como era e como é ....


Situação 7: O Zézinho cai enquanto praticava atletismo, arranha um joelho.
A sua professora Maria encontra-o sentado na berma da pista a chorar.
Maria abraça-o para o consolar.

Ano 1980:

Passado pouco tempo, o Zézinho sente-se melhor e continua a correr.

Ano 2010:

A Maria é acusada de perversão e desvio de menores e vai para o desemprego.
Confronta-se com 3 anos de prisão.
O Zézinho passa 5 anos de terapia em terapia.
Os seus pais processam a escola por negligência e a Maria por
trauma emocional, ganhando ambos os processos.
Maria, no desemprego e cheia de dívidas suicida-se atirando-se de um prédio.
Ao aterrar, cai em cima de um carro, mas antes ainda parte com o corpo uma varanda.
 O dono do carro e do apartamento processam os familiares da Maria por destruição de propriedade.
Ganham.
A SIC e a TVI produzem um filme baseado neste caso.

Criatividade não tem limites (19)

Clothes in Closets: Knucle Bag 

Regresso aos anos oitenta (212)

26 de outubro de 2010

Uma notícia bombástica


Em rigoroso exclusivo, fazendo uso das fontes insondáveis e impenetráveis do Devaneios, posso garantir-vos que, hoje, pelas 20.00 horas portuguesas, no Centro Cultural de Belém, Cavaco Silva irá anunciar a sua recandidatura ao cargo de Presidente da República portuguesa.
Confessem lá - desta não estavam à espera, pois não??
As novidades que são reveladas aqui no Devaneios, pá!!

Um Porto entusiasmante

Este Porto, de André Villas-Boas, é realmente encantador.
Não me lembro de ver uma equipa do Porto a jogar desta maneira, a dar espectáculo, a ganhar, a marcar golos, com jogadores que desiquilibram, que fazem as bancadas vibrar, com uma confiança próxima da arrogância, deixando sempre a impressão que sabe que vai ganhar os jogos.
A única dúvida é apenas com que "score" final.
Ontem foram 5-1, a maior goleada da Liga até agora.
Mas podiam ter sido mais.
Há ali muito trabalho de André Villas-Boas, que transmitiu uma dinâmica à equipa que já há muito não se via.
Mas ainda há trabalho de Jesualdo.
O onze que ontem entrou em campo, e o que tem sido mais utilizado, só tem duas novidades - um central que substitui Bruno Alves (Maicon ou Otamendi); um médio que substitui Raul Meireles (João Moutinho, numa forma excepcional, com uma moral incrível, que o lance do segundo golo retrata totalmente).
Os restantes são repetentes.
Foram formatados por Jesualdo Ferreira.
Mas André Villas-Boas deu-lhes outra vida.
Fernando é um jogador que, para além de manter os tentáculos de "polvo", agora também participa nas manobras ofensivas.
Ruben Micael (ontem), ou Bellushi, com João Moutinho, aproximam o meio-campo do Porto do rendilhado que se via há alguns anos nas Antas.
E que se vê em Barcelona.
Lá à frente, um trio terrível.
Varela é um extremo temendo
À esquerda, ou à direita.
Falcao, que veio substituir Lisando, está a revelar-se um jogador em nada inferior ao argentino.
Superior, até...
E, finalmente, há Hulk.
Que ficará muito pouco tempo em Portugal se continuar a jogar assim.
Desiquilibra, finta, corre, serve os companheiros, marca.
E, ao marcar, faz golos fantásticos.
Como o primeiro de ontem.
A jogar com a alegria de um garotinho de rua, com uma força monstruosa, uma fé inabalável nas suas potencialidades, Hulk é o maior desiquilibrador que tenho memória no Porto.
Perfeitamente ao nível de um Futre ou Madjer, mas a marcar mais golos.
Será muito complicado segurá-lo assim.
Este Porto, a continuar a jogar desta forma, e com as alternativas de banco de que dispõe, promete uma época que ficará na história do clube.
Daqui a uns meses voltamos a falar.

As séries da minha vida (44)

Hoje em destaque uma série americana, que teve origem numa outra série, inglesa, com o mesmo título - Dear John.
"Dear John letter" é a designação em língua inglesa para as cartas recebidas por um dos membros do casal, normalmente o marido, nas quais o parceiro comunica que a relação chegou ao fim.
Exactamente o que acontece na série hoje em destaque.
Exibida na cadeia NBC entre 1988 e 1992, criada por John Sullivan e Bob Ellison, com Judd Hirsch, Isabella Hofmann, Jane Carr e Jere Burns como protagonistas, Dear John foi uma daquelas séries divertidas, bem humoradas, que viveu essencialmente da grande interpretação de Judd Hirsch.
O genérico da série
Um bom exemplo da série

Fantástica publicidade

No Hospital Júlio de Matos

TRRIIIMM... TRRIIIMM... TRRIIIMM...

Responde o atendedor de chamadas:

"Obrigado por ter ligado para o Júlio de Matos, a companhia mais adequada aos seus momentos de maior loucura."

* Se é obsessivo-compulsivo, marque repetidamente o 1;

* Se é co-dependente, peça a alguém que marque o 2 por si;

* Se tem múltipla personalidade, marque o 3, 4, 5 e 6;

* Se é paranóico, nós sabemos quem é você, o que você faz e o que quer. Aguarde em linha enquanto localizamos a sua chamada;

* Se sofre de alucinações, marque o 7 nesse telefone colorido gigante que você, e só você, vê à sua direita;

* Se é esquizofrénico, oiça com atenção, e uma voz interior indicará o número a marcar;

* Se é depressivo, não interessa que número marque. Nada o vai tirar dessa sua lamentável situação;

* Porém, se VOCÊ votou Sócrates, não há solução, desligue e espere até 2012. Aqui atendemos LOUCOS e não INGÉNUOS! Obrigado!

Contrafacting não há argumenting (4)

SU-CES-SO nos desfiles gay!


Tesourinhos de Portugal (4)

Como era e como é....


Situação 6: O Luis parte o vidro dum carro do bairro dele.

O pai dá-lhe uma boas bofetadas.
 
Ano 1980:

O Luis tem mais cuidado da próxima vez.

 Cresce normalmente, vai à universidade e converte-se num homem de negócios bem sucedido.
 
Ano 2010:

Prendem o pai do Luís por maus-tratos a menores.

Sem a figura paterna, o Luís junta-se a um gang de rua.

 Os psicólogos convencem a sua irmã que o pai abusava dela e metem-no na cadeia para sempre.

A mãe do Luís começa a namorar com o psicólogo.

 O programa da Fátima Lopes mantém durante
meses o caso em estudo, bem como o Você na TV do Manuel Luís Goucha.

Smile (11)

Criatividade não tem limites (18)

Fitness


Regresso aos anos oitenta (211)

25 de outubro de 2010

Macau, uma terra de sábios


Cada vez mais me convenço que Macau é uma terra habitada por sábios.
Génios dotados de um conhecimento enciclopédico único.
Só assim se compreende que a população seja consultada acerca de todos os temas.
Para quando uma consulta pública que tenha por objecto as técnicas utilizadas na cirurgia cardio - torácica?
Ou na lobotomia pré-frontal....  

Contra o 1-0 em Alvalade e no Algarve, o 10 -0(!!) em clássico na Holanda

Benfica e Sporting venceram, pelo mesmo resultado (1-0), e exercem pressão sobre o Porto.

No Estádio do Algarve, o Benfica dominou um Portimonense que apostou todas as fichas no contra-ataque e na velocidade e poder de desiquilíbrio de Candeias e Ivanildo.
Ainda assim, com um futebol pouco ligado, e nada brilhante, as águias apenas chegaram ao golo num lance de bola parada.
Com jogadores fortes nesse capítulo (Luisão, David Luiz, Javi Garcia), Jorge Jesus vai tentando potencializar esse que é indiscutivelmente um ponto forte do plantel à sua disposição.
O próprio Jorge Jesus o reconhece.
E Litos estava prevenido para esse facto.
Ainda assim, num livre muito bem marcado por Carlos Martins, Javi Garcia desmarcou-se de forma brilhante, para, com um golpe de cabeça excelente, matar o jogo.
Que a exibição do Benfica, e do guarda-redes do Portimonense (Ventura), tornaram algo complicado.
Quatro vitórias consecutivas na Liga, sem sofrer golos, e pressão no Porto.
Com público no estádio.
É isso que verdadeiramente importa.
Complicada também, a tarefa do Sporting em Alvalade para vencer o Rio Ave (1-0).
Um dos tais jogos onde parece que tudo de mau acontece.
Lesões (Nuno André Coelho, Liedson, Matias Fernandez), acabar o jogo com 10 (o Sporting jogou com 10 jogadores durante 25 minutos, depois da lesão de Matias Fernandez), três bolas nos ferros, de tudo aconteceu ao Sporting.
Não admira portanto que, quando Abel marcou aos 89 minutos, Alvalade tenha soltado um grande suspiro.
A par de uma grande ovação.
A equipa do Sporting não foi brilhante.
Mas foi lutadora.
E crente.
E isso, muitas vezes, como ontem, vale pontos.
Do outro lado, um Rio Ave que não fez um remate decente à baliza do Sporting.

Contrastando com a parcimónia de golos na Liga Zon Sagres, o PSV humilhou o Feyenoord na Holanda (10-0).
Um resultado que já não se usa.
Muito menos num dérbi entre dois históricos do futebol holandês.


As séries da minha vida (43)

Voltemos às "sitcom".
Desta vez a um grupo de jornalistas da cadeia televisiva, ficcionada, FYI - Murphy Brown.
Exibida na cadeia CBS entre 1988 e 1998, Murphy Brown viveu muito do talento de Candice Bergen.
Mas também da imaginação criativa de Diane English e da controvérsia que criou.
Com a gravidez de Murphy Brown, solteira e de meia-idade; com os temas políticos abordados, que levaram Dan Quayle a referir a série num discurso de campanha presidencial em 1992; com a abordagem descomplexada a temas tabu (homofobia, casamento, maternidade).
Junte-se a estes ingredientes, um elenco fabuloso - Candice Bergen, Faith Ford, Pat Corley, Grant Shaud, Joe Regalbuto, Robert Pastorelli, Charles Kimbrough e Lily Tomlin - e a receita para o sucesso está completa.
Convidados ilustres - Julia Roberts
Em dueto com Aretha Franklin

História verídica

Numa escola no interior da França a professora teve a brilhante ideia de mandar fazer vasos para plantas em forma de palhaço para depois plantar um cacto e oferecer às mães no Dia das Mães.
Plantou-se e esperou-se que crescessem.
Infelizmente os presentes nunca foram entregues, pois o resultado não foi o esperado.



Contrafacting não há argumenting (3)

LGG deve ser a calça Lee dos gordos.