31 de agosto de 2010

E, porque hoje é terça-feira, foi aplicado outro castigo a Carlos Queiroz



Transcrevo a notícia do jornal "Record":

Carlos Queiroz foi castigado pela Autoridade Antidopagem de Portugal (ADoP) por seis meses, anunciou o organismo em comunicado, na sequência da acusação que pendia sobre o selecionador nacional de perturbação de um controlo antidoping realizado durante o estágio da Covilhã.
A pena mínima em que incorria Carlos Queiroz era de dois anos, mas a ADoP, segundo revelou à Agência Lusa fonte próxima ao processo, teve em consideração atenuantes, que reduziu o castigo para apenas seis meses.
De acordo com a legislação em vigor, o Tribunal Arbitral do Desporto (TAS), com sede em Lausana, é a única instância de recurso para Queiroz.
Recorde-se que o selecionador nacional havia sido suspenso por um mês pelo Conselho de Disciplina da FPF, por injúrias a membros de uma brigada antidoping .
Mais tarde, a ADoP decidiu avocar o processo, decidindo-se agora por uma pena mais pesada.

Uma notícia a merecer alguns comentários.
Em primeiro lugar, como o próprio seleccionador nacional já referiu ao reagir ao teor da mesma, mais uma vez assistimos a uma conveniente fuga de informação em matérias que deveriam ser mantidas em absoluto sigilo até serem formalmente notificadas aos intervenientes no processo.
Já nem é novidade.
Como tal, adiante.
Depois, e atento o teor da decisão (repito, a confirmar-se a veracidade da notícia), não deixa de ser estranho que, sendo o comportamento do ainda seleccionador nacional tão grave, a pena aplicada seja especialmente atenuada.
Se o comportamento do seleccionador é considerado realmente grave, e só assim se compreenderia a avocação do processo por parte da ADoP, então não há que ter contemplações.
Pelo contrário, exige-se mão firme.
Mas, como já todos compreendemos muito bem, não é o comportamento do seleccionador que está em causa.
Insultar as partes intímas da mãe do responsável pelo controlo anti-doping não constitui obstáculo à realização dessa operação.
O que se pretende com este castigo é criar um ambiente favorável à rescisão com justa causa do contrato que liga o seleccionador à FPF.
Até o presidente da Associação Nacional de Treinadores de Futebol já veio publicamente afirmar que, um seleccionador nacional que está castigado por tanto tempo, não dispõe de condições para continuar no cargo.
Mas será que esta gentinha acha que, com estas tolices, Carlos Queiroz vai sair de fininho, sem reclamar a indemnização que julga ser-lhe devida?
Obviamente, este é um caso que vai acabar nos tribunais.
Mas, se é para aí que inexoravelmente se caminha, porque não fazê-lo já?!
Ontem já era tarde!!
O primeiro tribunal a ser chamado a intervir nesta disputa é o Tribunal Arbitral do Desporto (TAS).
Carlos Queiroz já anunciou que vai recorrer para esta instância logo que seja notificado da decisão que a imprensa dá agora a conhecer.
Ou seja, Queiroz e a FPF vão "lavar roupa suja" para a Suíça.
Que vergonha!
E Queiroz também já anunciou que vai pedir a suspensão do castigo que lhe vai ser aplicado.
Invocando dois factos - não houve qualquer infracção; a ADoP não dispõe de competência para avocar o processo.
Confesso que desconheço se o recurso a apresentar perante o TAS tem, ou não, efeito suspensivo.
Mas, se tiver, e é provável que tenha, o que vai fazer a FPF?
Esperar que o caso seja julgado em sede de recurso?
E, entretanto, em que ficamos?
Sem seleccionador?
Que feio, que triste!
De caminho, Cristiano Ronaldo está lesionado (o tornozelo), Varela também (fadiga muscular) e foram chamados Quaresma e Djaló para os substituir.
Entre lesões, renúncias, um treinador sem qualquer autoridade, acossado por (ir)responsáveis demasiado cobardes para tomarem a atitude que se impõe, quem verdadeiramente acredita na Selecção Nacional, no sucesso desta campanha a caminho do Europeu de 2012?

Sporting, mesmo sem o "pinheiro", vence e sobe ao terceiro lugar

O Sporting, desde que aqui apupei a equipa, não parou de ganhar.
Ontem, na Figueira da Foz, nova vitória (3-1), uma exibição convincente, a ascenção ao terceiro lugar.
Tudo isto sem o "pinheiro" que Paulo Sérgio tanto reclama.
Desta vez Paulo Sérgio formatou a equipa num 4/1/3/2 losango (não era assim que Paulo Bento punha o Sporting a jogar? Pois...), com André Santos a jogar à frente da defesa, Maniche como interior esquerdo, Valdés a romper pela direita, Mátias Fernandéz como "10", a posição em que se sente melhor, no apoio aos dois elementos mais adiantados, ontem Liedson e Djaló.
A equipa do Sporting dominou facilmente o jogo, perante uma equipa da Naval que, como o próprio treinador afirma, é muito "tenrinha".
Apesar de Liedson ter marcado o primeiro golo beneficiando de um fora-de-jogo que o árbitro deixou passar em claro, percebia-se que o Sporting iria ganhar aquele jogo.
Depois veio mais um erro da defesa navalista, e Mátias Fernandéz converteu o penálti pretensamente cometido sobre Liedson.
Para completar a colecção de disparates, Lupède, que já tinha cometido a grande penalidade, resolveu brindar Djaló com uma posse de bola que o dianteiro leonino aproveitou para carimbar o terceiro golo leonino.
João Pedro (lindo nome!!) ainda reduziu para a Naval, mas de nada serviu.
Fica a sensação que, com esta fórmula, o talento dos sul-americanos ao serviço dos leões tem espaço para se mostrar, para criar jogo e desiquilíbrios.
E para apoiar a dupla mais adiantada.
Sim, é que, sem "pinheiro", o "bambu" Liedson não pode ser deixado sozinho.
Foi ele o primeiro a reconhecer esse facto.
E, para evitar as habituais patetices, não foi por causa dos erros de Elmano Santos que o Sporting ganhou o jogo.
Ganhou porque foi, e é, muito melhor que a Naval.

 

Título do MAISFUTEBOL

"Atenção F.C. Porto: Jurado reforça o Schalke 04

Espanhol deixa o At. Madrid com uma vitória... e um golo"
 
Como é que o Porto aparece neste "filme"?
 
Não seria "Atenção Benfica:" aquilo que queriam escrever?

Some probably used the Google Translator (1)

Explicação de várias expressões populares (9)

Lágrimas de crocodilo

 

Significado: Choro fingido.

Origem: O crocodilo, quando ingere um alimento, faz forte pressão contra o céu da boca, comprimindo as glândulas lacrimais.
Assim, ele chora enquanto devora a vítima.

Failing a Test With Dignity (10)

Regresso aos anos oitenta (156)

Os imprescindíveis (96)

De entre os filmes realizados por Sidney Lumet que aqui quero realçar, começo com um drama - 12 Angry Men - passado dentro das instalações de um tribunal, com argumento baseado numa peça televisiva com o mesmo título da autoria de Reginald Rose.
Com Henry Fonda, Lee J. Cobb, E. G. Marshall, Martin Balsam, Jack Warden, John Fiedler, Jack Klugman, Edward Binns, Joseph Sweeney, Ed Begley, George Voskovec e Robert Webber como principais intérpretes, é um filme fundamental no género, sobretudo pela inovação que representa filmar quase toda a acção inteiramente num mesmo cenário.
Claustrofobia, preconceito, racismo, xenofobia, tudo nesta sequência fantástica.

30 de agosto de 2010

Uma pergunta a Shuen Ka Hung

Se os trabalhadores não residentes "(...) gozam dos mesmo direitos dos residentes, com excepção de encontrarem emprego por eles próprios", a que direitos é que Shuen Ka Hung se refere exactamente?
Será o direito a serem escravos caninamente fiéis a um mesmo patrão para o resto das suas vidas?
Pois é, estava a esquecer que são livres de voltarem "(...) à sua terra de origem para tentar arranjar outro emprego".
Terá sido outro erro de tradução??!!

Os convocados por Agostinho Oliveira

Já é conhecida a convocatória para a dupla jornada (Chipre e Noruega) da Selecção Nacional.
Depois de Deco ter anunciado a sua renúncia à Selecção logo após o final do Mundial da África do Sul, de Simão ter invocado "motivos pessoais" para justificar a sua renúncia, foi a vez de Paulo Ferreira também copiar o discurso de Simão para renunciar ao seleccionado português.
Quem se seguirá?
E, como dizem os nossos irmãos brasileiros, motivos pessoais uma pinóia!!!
A gente percebe muito bem os "motivos pessoais"....
Com Pepe, Pedro Mendes e Duda lesionados, os convocados são os seguintes:

Génova: Eduardo e Miguel Veloso

F.C. Porto: Beto, Rolando, João Moutinho e Varela

Valência: Miguel e Manuel Fernandes

Real Madrid: Ricardo Carvalho e Cristiano Ronaldo

Zenit São Petersburgo: Bruno Alves e Danny

Sporting: Nuno André Coelho e Liedson

Benfica: Fábio Coentrão

Sp. Braga: Sílvio

Liverpool: Raúl Meireles

Atlético Madrid: Tiago

Manchester United: Nani

Werder Bremen: Hugo Almeida

Ficam ainda de prevenção Rui Patrício, Paulo Machado e Quaresma, numa convocatória que apresenta Sílvio e Nuno André Coelho como as maiores surpresas.

E em Espanha.....

Em Espanha, nesse duelo de titãs entre Real Madrid e Bracelona, os blaugrana arrancaram em força, enquanto os madrlistas tropeçavam em Maiorca.
Com Ronaldo (magoou-se e está em dúvida para a Selecção) e Ricardo Carvalho no onze titular, o Real Madrid não foi além de um empate em Maiorca (0-0).
Os merengues nunca se mostraram particularmente inspirados, foram perdulários (Ronaldo foi um exemplo do desperdício....) e deixaram fugir o rival Barcelona logo na primeira jornada.
De positivo, fica apenas a legitimidade acrescida de Mourinho para reclamar um finalizador para esta equipa do Real.
O Barcelona é que não falha.
Vitória clara (3-0) em Santander e as virtudes conhecidas a permanecerem intactas.
Com golos de Messi, Iniesta e Villa (que trio!!!), os blaugrana fogem ao rival da capital logo na primeira jornada.

Integralmente cumprido o objectivo traçado por André Villas-Boas

Depois da vitória alcançada ontem em Vila do Conde (2-0), o Porto passa a comandar a Liga isoladamente, com nove pontos em três jogos, sem sofrer golos, a jogar bom futebol, a respirar confiança.
André Villa-Boas tinha traçado como primeiro objectivo chegar a esta paragem no campeonato na liderança da tabela e só com vitórias nos jogos oficiais.
O jovem treinador do Porto colocou a fasquia bem alta, mas conseguiu motivar a equipa e conseguiu que esta cumprisse integralmente os objectivos traçados.
Cem por cento vitorioso nos jogos oficiais até agora disputados, incluindo a Supertaça e os dois jogos da pré-eliminatória da Liga Europa, o Porto é uma equipa com uma filosofia de jogo diferente da que se via com Jesualdo Ferreira.
Mais subida no campo, mais pressionante, que gosta de ter a bola e gosta de a trocar, que tem jogadores que desempenham muito bem a tarefa de recuperar a bola ao adversário e que, depois disso, a trocam com rapidez, em progressão, em velocidade.
Ontem, perante uma equipa do Rio Ave que sabe jogar futebol, que é uma equipa difícil de bater, o Porto foi, mais uma vez, tudo o que ficou exposto.
E voltou a ter um Hulk em fase de grande confiança.
A chamada à selecção brasileira motivou o brasileiro.
Aliado a esta motivação, um sentimento de gratidão perante os responsáveis do Porto, e os colegas, que o apoiaram totalmente num momento particularmente difícil da sua vida.
E Hulk, no espaço de três dias, fez duas grandes exibições e marcou cinco golos.
O Porto está forte, a equipa está a absorver bem as ideias do treinador, o plantel está a estabilizar.
Com a saída de Meireles, e a cada vez mais provável permanência de Fucile, poderá entrar um ponta-de-lança, deverá sair um lateral direito (Miguel Lopes para o Lecce??).
E Castro poderá ainda rodar mais um ano.
O Porto é líder com toda a justiça, joga bem, está com moral, está muito bem orientado por um treinador competente.
Segue-se uma paragem de duas semanas na Liga, para um regresso com um apetecível duelo Porto/Braga.

Braga que ganhou, com dificuldade, a um irreconhecível Marítimo.
1-0, golo do lateral Sílvio, convocado para a selecção nacional, 7 pontos em três jogos, e o segundo lugar da tabela.
O Braga e o Porto, sem derrotas, defrontam-se na próxima jornada para um jogo de tripla.
Do outro lado, um Marítimo em profunda crise, sem qualquer ponto somado, sem qualquer golo marcado.
Estou em crer que esta paragem no campeonato servirá também para encontrar mais alguns jogadores, e, sobretudo, um substituto para Van der Gaag.
O holandês já estava para sair no final da época passada, permaneceu, mas a sua posição parece agora insustentável.
Nos outros jogos do dia, o Beira-Mar bateu a Académica em Aveiro por 2-1 (a Briosa soma uma vitória, um empate e uma derrota), o Olhanense bateu a União de Leiria por 1-0, e Paços de Ferreira e Portimonense empataram 2-2.

Explicação de várias expressões populares (8)

Memória de elefante



Significado: Ter boa memória; recordar-se de tudo.

Origem: O elefante fixa tudo aquilo que aprende, por isso é uma das principais atracções do circo .

Failing a Test With Dignity (9)

Regresso aos anos oitenta (155)

Os imprescindíveis (95)

Para terminar esta viagem por alguns filmes protagonizados por Katherine Hepburn, hoje Long Day's Journey into Night, um filme realizado por Sidney Lumet, argumento de Eugene O'Neill, adaptado de uma peça teatral do próprio, com Katharine Hepburn, Ralph Richardson, Jason Robards e Dean Stockwell como principais intérpretes, e uma banda sonora composta por André Previn.
A partir de amanhã, uns dias com filmes realizados por Sidney Lumet.
Um diálogo excepcional

29 de agosto de 2010

Acabou a crise?

Começo por publicar um mail que recebi anteontem do meu amigo Nico.

A verdade sobre Roberto
Roberto - dizem os meus contactos sacretos - faz parte de uma experiência científica.
Que neste momento ainda não deu os seus frutos.
Trata-se do primeiro guarda-redes holograma.
Jesus e o Benfica sacrificam a opulência dos resultados para bem da ciência e do saber.
 Falta conferir mais "real" ao virtual.
Mas será um salto para a Humanidade.
Esta informação é confidencial e very hush! hush!
O interesse do Inter(marché) deve-se à possibilidade real do trabalhador virtual tornar-se actual.
Isto parece metafísica, mas não é.
Do que vi do Braga - que joga mesmo bem - dá para ver que eles também estão a seguir a experiência do guarda-redes holograma.
A ciência de ponta chega a Portugal.
O projecto que quero trabalhar para a tese tem qualquer coisa de parecido.
É sobre o conceito de Gilles Deleuze «Corpo sem órgãos» (?).
Vem a calhar.
Mais um fantasma para eu perseguir...
As minhas "fontes" sacretas dizem também que o Peter Handke anda a trabalhar numa novela nova -  A angústia do holograma frente ao penálti.
Fica entre nós.
Cá entre nós.
Todos temos o sonho de fazer de uma p(pessoa de vida fácil), uma santa.
Acho que se passa o mesmo com Jesus.
Roberto é uma Magdalena.
Um abraço virtual. Nico

Descontemos o facto de poucas pessoas terem a imaginação, e a capacidade de a exteriorizar, que tem o Nico.
Quantos de nós não estaríamos convencidos que Roberto, a milionária contratação do Benfica, era afinal um holograma, um projecto científico?
Pois bem, dando razão a Pimenta Machado (um sábio!!), Roberto provou, uma vez mais, que, no futebol, o que hoje é verdade, amanhã é mentira.
E tornou-se no grande herói da vitória do Benfica sobre o Setúbal (3-0).
Jorge Jesus devolveu à equipa o desenho que a tornou temível, recuperou o ADN da época passada, mesmo sem Dí María, e o Benfica ganhou com naturalidade.
Com Javi Garcia a segurar o meio-campo, com dois jogadores abertos nas alas (Salvio e Gáitan), Aimar e Saviola soltos no apoio a Cardozo, cedo o Benfica chegou à vantagem (4 minutos, com um golo de Cardozo).
Mas também cedo apanhou um valente susto.
Júlio César, que tinha substituído Roberto, comete penálti e é expulso.
Roberto é chamado à baliza, Salvio é sacrificado, o Estádio da Luz treme, mas Roberto defende o penálti.
E o vilão passa, imediatamente, a herói.
Tinham passado pouco mais de vinte minutos de jogo, e Roberto deu ao Benfica a injecção de tranquilidade e confiança de que os encarnados estavam necessitados.
Luisão (no final da primeira parte) e Aimar (a abrir a segunda), fizeram o resto.
O Benfica conquista os primeiros pontos, com uma vitória e uma exibição convincentes, e conquista espaço e confiança para o futuro.
Espaço, e confiança, que Jorge Jesus e Roberto também conquistaram.
Mais importante ainda, se pensarmos que tudo isto acontece em vésperas de uma paragem do campeonato.
Que vai dar tempo para meditar e para absorver o conceito do vilão que se transformou em herói.
Confiança que o Guimarães.também foi buscar a casa de um Nacional que vinha de duas vitórias, a última sobre o Benfica.
Aqui, o herói foi um estreante Toscano, autor de um hat-trick.
Melhor que num conto de fadas.
Com esta vitória, o Guimarães permite ao Porto isolar-se na tabela se os portistas hoje vencerem o Rio Ave.
Cada vez mais, uma Liga que promete muito.

Explicação de várias expressões populares (7)

Dar um lamiré



 
Significado: Sinal para começar alguma coisa.

Origem: Trata-se da forma aglutinada da expressão «lá, mi, ré», que designa o diapasão, instrumento usado na afinação de instrumentos ou vozes; a partir deste significado, a expressão foi-se fixando como palavra autónoma com significação própria, designando qualquer sinal que dê começo a uma actividade.

Historicamente, a expressão «dar um lamiré» está, portanto, ligada à música (cf. Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa).

Nota: Escreve-se lamiré, com o r pronunciado como em caro.

Failing a Test With Dignity (8)

Regresso aos anos oitenta (154)

E ainda em 1979...

Os imprescindíveis (94)

Mais uma comédia romântica, realizada por George Stevens, produzida por Joseph L. Mankiewicz, com argumento de Ring Lardner Jr., Michael Kanin, John Lee Mahin, baseado numa ideia de Garson Kanin.
O filme que juntou, na tela e na vida, Spencer Tracy e Katharine Hepburn, protagonistas, ao lado de Fay Bainter, Reginald Owen, Minor Watson e William Bendix.
Mais um daqueles filmes obrigatórios, com uma excelente banda sonora composta por Franz Waxman.
O par Spencer Tracy/Katherine Hepburn

28 de agosto de 2010

Os adverários de Porto e Sporting na Liga Europa

Já são conhecidos os adversários de Porto e Sporting na fase de grupos da Liga Europa.
Adversários teoricamente acessíveis, a deixarem excelentes perspectivas de apuramento para os dois representantes portugueses.
E com alguns reencontros marcados para o Dragão.
Ricardo Quaresma volta ao Dragão com o Besiktas, onde vão passar também os búlgaros do CSKA de Sófia (Kostadinov é o director desportivo) e os austríacos do Rapid.
O Sporting terá pela frente os franceses do Lille, os búlgaros do Levski e os belgas do Gent.

O Porto nunca perdeu com equipas turcas e austríacas, e nunca jogou com equipas búlgaras nas competições europeias.
Mas o histórico de equipas portuguesas com equipas búlgaras é claramente favorável às equipas portuguesas.
Um grupo acessível, com as maiores dificuldades a relacionarem-se com as longas viagens e o frio.

Como acessível é o grupo em que está inserido o Sporting.
Só os franceses do Lille poderão criar algumas dificuldades.
Das equipas búlgaras já se falou a propósito do Porto.
O Gent, depois do que se viu aos compatriotas do Genk, também não deverá constituir grande problema.

Um sorteio que, pelo menos no plano teórico, parece ser muito favorável.
Mas, como alertava ontem Fernando Gomes, depois de conhecido o resultado do sorteio, ser favorito não chega....

Todos os grupos da Liga Europa:


Grupo A

Juventus (Itália)

Manchester City (Inglaterra)

FC Salzburgo (Áustria)

Lech Poznan (Polónia)

Grupo B

Atl. Madrid (Espanha)

Bayer Leverkusen (Alemanha)

Rosenborg (Noruega)

Aris Salónica (Grécia)

Grupo C

SPORTING (PORTUGAL)

Lille (França)

Levski Sófia (Bulgária)

Gent (Bélgica)

Grupo D

Villarreal (Espanha)

Club Brugge (Bélgica)

Dínamo Zagreb (Croácia)

PAOK (Grécia)

Grupo E

AZ Alkmaar (Holanda)

Dínamo Kiev (Ucrânia)

BATE Borisov (Bielorrússia)

Sheriff (Moldávia)

Grupo F

CSKA Moscovo (Rússia)

Palermo (Itália)

Sparta Praga (Rep. Checa)

Lausanne (Suíça)

Grupo G

Zenit St. Petersburgo (Rússia)

Anderlecht (Bélgica)

AEK Atenas (Grécia)

Hadjuk Split (Croácia)

Grupo H

Estugarda (Alemanha)

Getafe (Espanha)

Odense (Dinamarca)

Young Boys (Suíça)

Grupo I

PSV Eindhoven (Holanda)

Sampdoria (Itália)

Metalist Kharkiv (Ucrânia)

Debreceni (Hungria)

Grupo J

Sevilha (Espanha)

Paris Saint-Germain (França)

Borussia Dortmund (Alemanha)

Karpaty Lviv (Ucrânia)

Grupo K

Liverpool (Inglaterra)

Steaua (Roménia)

Nápoles (Itália)

Utrecht (Holanda)

Grupo L

F.C. PORTO (PORTUGAL)

Besiktas (Turquia)

CSKA Sófia (Bulgária)

Rapid Viena (Áustria)

Supertaça Europeia vai para Madrid

O Atético de Madrid conquistou a Supertaça Europeia ao bater o Inter de Milão (2-0).
Com três ex-benfiquistas em grande destaque (Quique Flores, Reyes e Simão), os madrlistas foram demasiado fortes para uma equipa que se apresentou muito debilitada pela ausência de outro português - José Mourinho, obviamente.
Priveligiando o contra-ataque, porque tem jogadores terríveis para essa opção (Simão, Reyes, Aguero,....), Quique Flores derrotou o compatriota Rafa Benítez e conseguiu que o Atlético de Madrid, que começou a época passada de forma desastrosa, tivesse afinal uma carreira fulgurante.
Os golos de Reyes e Aguero (grande jogada e grande assistência de Simão), aos 62 e 81 minutos, conferiram justiça ao resultado (o Inter podia ter marcado não fora Milito ter falhado um penálti).
E deixaram no ar a sensação que, sem Mourinho, este Inter, com muita veterania, é uma equipa algo débil.
À margem do jogo, não pode passar sem referência o facto de Simão ter renunciado à selecção nacional, invocando "motivos pessoais" (o primeiro reflexo da embrulhada a que se vai assistindo na FPF??)

Explicação de várias expressões populares (6)

Dose para cavalo




Significado: Quantidade excessiva; demasiado.

Origem: Dose para cavalo, dose para elefante ou dose para leão são algumas das variantes que circulam com o mesmo significado e atendem às preferências individuais dos falantes.
 Supõe-se que o cavalo, por ser forte; o elefante, por ser grande, e o leão, por ser valente, necessitam de doses exageradas de remédio para que este possa produzir o efeito desejado.
Com a ampliação do sentido, dose para cavalo e suas variantes, é o exagero na ampliação de qualquer coisa desagradável, ou mesmo aquelas que só se tornam desagradáveis com o exagero.

Failing a Test With Dignity (7)

Regresso aos anos oitenta (153)

A outra de 1979...

Os imprescindíveis (93)

Dos filmes que aqui quero destacar com Katherine Hepburn como protagonista, nenhum valeu à actriz o Óscar pela sua interpretação.
A começar com uma deliciosa comédia, realizada por George Cukor e produzida por Joseph L. Mankiewicz, com argumento baseado na peça tetral de Philip Barry, adaptada por Donald Ogden Stewart e Waldo Salt - The Philadelphia Story.
Com Cary Grant, Katharine Hepburn, James Stewart e Ruth Hussey como protagonistas, e uma banda sonora composta por Franz Waxman, é um filme que suscita o comentário que um amigo da blogosfera costuma ter - "disto já não se faz"!
Can she be human?


 

27 de agosto de 2010

Para começar bem o fim-de-semana

Benfica e Braga com um sorteio interessante

Realizado o sorteio, e conhecida a composição dos grupos da edição deste ano da Champions, o que se pode dizer é que os representantes portugueses têm boas possibilidades de continuar em prova.

O Benfica vai jogar com o Lyon, o Schalke e o Hapoel Tel-Aviv.
Já o Sp. Braga jogará com o Arsenal, Shakhtar e Partizan.

A composição dos grupos é a seguinte:

Grupo A

Inter (Itália)

Werder Bremen (Alemanha)

Tottenham (Inglaterra)

Twente (Holanda)
 
Grupo B


Lyon (França)

BENFICA (PORTUGAL)

Schalke 04 (Alemanha)

Hapoel Tel-Aviv (Israel)
 
Grupo C


Manchester United (Inglaterra)

Valência (Espanha)

Rangers (Escócia)

Bursaspor (Turquia)
 
Grupo D
 

Barcelona (Espanha)

Panathinaikos (Grécia)

FC Copenhaga (Dinamarca)

Rubin Kazan (Rússia)
 
Grupo E


Bayern (Alemanha)

Roma (Itália)

Basileia (Suíça)

Cluj (Roménia)
 
Grupo F


Chelsea (Inglaterra)

Marselha (França)

Spartak Moscovo (Rússia)

Zilina (Eslováquia)

Grupo G

Milan (Itália)

Real Madrid (Espanha)

Ajax (Holanda)

Auxerre (França)

Grupo H

Arsenal (Inglaterra)

Shakhtar Donetsk (Ucrânia)

Sp. BRAGA (PORTUGAL)

Partizan (Sérvia)

Olhando agora para o calendário temos:

BENFICA

1ª jornada (14 de Setembro):


Benfica-Hapoel

Lyon-Schalke

2ª jornada (29 de Setembro)

Schalke-Benfica

Hapoel-Lyon

3ª jornada (20 de Outubro)

Lyon-Benfica

Schalke-Hapoel

4ª jornada (2 de Novembro)

Benfica-Lyon

Hapoel-Schalke

5ª jornada (24 de Novembro)

Hapoel-Benfica

Schalke-Lyon

6ª jornada (7 de Dezembro)

Benfica-Schalke

Lyon-Hapoel

O Benfica evita os rigores do Inverno alemão, começa por receber em casa a equipa teoricamente mais acessível (abrir o Grupo a ganhar é muito importante), e tem duas deslocações seguidas aos terrenos dos que serão, teoricamente, os seus adversários directos no apuramento.

Fazer pontos neste dois jogos pode revelar-se fundamental para assegurar a passagem à fase seguinte.
Trata-se de um grupo algo acessível.
Em boa verdade, um Benfica ao nível do que fez a época passada, até poderá revelar-se a equipa mais forte do grupo.
O Lyon é uma equipa muito experiente na Champions, que tem feito um forte investimento no futebol, na qual jogam os ex-portistas Lisandro e Cissokho, que contratou recentemente Gourcouf, mas que estará ao alcance do Benfica.
Mais ainda o Shalke, bem longe de ser uma das equipas de topo no futebol alemão.
Foi muito falada recentemente em virtude da contratação de Raul, mas é uma equipa que, podendo criar problemas, é teoricamente inferior ao Benfica.
Falta o Hapoel, que aparece de surpresa nesta edição da Champions, muito provavelmente só para ganhar alguma experiência.
Com maior ou menor dificuldade, estou convencido que o Benfica vai passar esta fase.
Tem capacidade para isso, e era importante para o ranking português na UEFA.

BRAGA

1ª jornada (15 de Setembro)

Arsenal-Sp. Braga

Shakhtar Donetsk-Partizan

2ª jornada (28 de Setembro)

Partizan-Arsenal

Sp. Braga-Shakhtar Donetsk

3ª jornada (19 de Outubro)

Sp. Braga-Partizan

Arsenal-Shakhtar Donetsk

4ª jornada (3 de Novembro)

Partizan-Sp. Braga

Shakhtar Donetsk-Arsenal

5ª jornada (23 de Novembro)

Sp. Braga-Arsenal

Partizan-Shakhtar Donetsk

6ª jornada (8 de Dezembro)

Arsenal-Partizan

Shakhtar Donetsk-Sp. Braga

O calendário do Braga é, teoricamente, mais complicado.
O Braga começa logo por se deslocar a Londres para defrontar um Arsenal super-favorito neste Grupo.
Depois, tem dois jogos em casa com os que serão os adversários directos no apuramento, nos quais terá que fazer pontos (se pudessem ser seis....).
Sim, porque, para o final, estão reservadas duas deslocações.
Longas e complicadas.
Especialmente naquela época do ano.
Jogar no Leste da Europa, em Novembro e Dezembro, equivale a dizer jogar ao frio, muito provavelmente na neve.

Num Grupo que será certamente ganho pelo Arsenal (grande equipa, mas não um dos tubarões de que falava Domingos), o Braga irá discutir com Shakhtar Donetsk e Partizan a outra vaga na fase seguinte.
Sendo certo que os minhotos são, de longe, os mais inexperientes, também não deixa de ser verdade que são a equipa que vai jogar com menos pressão.
E, depois do que vi os "Guerreiros do Minho" fazer até agora, acredito que têm todas as possibilidades de ainda irem um pouquinho mais longe.

Uma palavra final para o portuguesíssimo Real Madrid.
Mourinho, Ronaldo, Ricardo Carvalho, e Pepe, vão jogar um Grupo fantástico.
Com o Milan, o Real Madrid, o Ajax e o Auxerre, o espectáculo está garantido.
E o Real Madrid vai, diz-me o meu dedinho, ganhar o Grupo.
Estou curioso para ver a prestação do Milan.
Terão os milaneses capacidade para passar à segunda fase?
Aceitam-se palpites (apostas não!!).

No dia em que o Sporting atropelou o Brondby, o Porto cumpriu e o Marítimo desiludiu

Das equipas portuguesas presentes na pré-eliminatória da Liga Europa, duas apuraram-se para a fase de grupos (Porto e Sporting), uma ficou pelo caminho (Marítimo).
O grande destaque da noite europeia de ontem tem de ir para o apuramento do Sporting.
Uma semana depois de aqui ter escrito cobras e lagartos (tinha que ser!!) acerca da equipa do Sporting, do seu treinador, dos seus dirigentes, da maioria dos seus jogadores, os "leões, quiçá revoltados pelo que leram aqui no Devaneios..., deslocam-se à Dinamarca, atropelam a equipa do Brondby, goleiam (3-0), e apuram-se para a fase de grupos da Liga Europa.
Pelo caminho, exorcizam alguns fantasmas e somam pontos muito necessários a Portugal no ranking da UEFA.
O Sporting jogou com muita alma, muita crença, com atitude, com segurança.
Defendeu bem e foi eficaz na zona de finalização.
Em suma, foi tudo o que não tem sido.
Para tal, muito terá contribuído o facto de Paulo Sérgio se ter decidido (de uma vez por todas??) acerca do sistema a adoptar neste Sporting (obviamente um 4/4/2!!), e dos melhores jogadores para interpretar esse esquema.
Na ausência de João Pereira (lesão), Abel regressou ao lado direito de uma defesa que cresce com Carriço e Nuno André Coelho (é central, não é número "6"!) no centro, e com Evaldo (grande jogo!) na esquerda.
No meio, junta-se a juventude e irreverência de André Santos à experiência e matreirice de Maniche, dão-se as laterais a Djaló e Vukcevic, e o meio-campo funciona.
Parece simples, não é?
Depois é só escolher dois pontas-de-lança (Liedson e outro, que ontem foi Postiga).
Foi precisa alguma sorte, grandes intervenções de Rui Patrício, um golo mesmo no final, mas tudo isso faz parte do jogo.
O Sporting passou à fase de grupos porque é melhor que o Brondby, fez história ao virar fora uma eliminatória que tinha começado a perder em casa, e por dois golos, algo que nunca tinha acontecido antes.
Vamos ver se é para ter continuidade.
O Porto cumpriu.
Brilhante, no jogo de ontem, apenas Hulk.
O brasileiro, a viver um turbilhão de emoções (profunda tristeza pela tragédia familiar que o afectou; imensa felicidade pela chamada à selecção brasileira), foi terrível.
Marcou três golos (o primeiro hat-trick ao serviço do Porto), falhou um penálti, criou jogo, correu quilómetros, jogou com raiva.
No restante, uma vitória normal (4-2), frente a uma equipa fraquinha, mas com alguns reparos a necessitarem de ser realçados.
A defesa portista está a precisar de uma injecção de qualidade.
Será  Otamendi a solução para esse problema?
Fica a dúvida.
Outra dúvida para esclarecer é a bizarra situação de Fucile.
Fica, ou sai?
Sem Helton , a equipa tremeu e sofreu os primeiros golos em jogos oficiais.
Beto não tem a mesma voz de comando, não transmite a mesma confiança.
Numa defesa que sofre de tremideira....
No meio está mesmo a virtude.
Souza confirma-se com um grande jogador, uma excelente aquisição.
Ruben Micael ainda está longe da melhor forma, mas as qualidades estão lá todas.
Moutinho é aquele pêndulo que nos habituou no Sporting.
Não brilha, mas é útil e eficaz.
Fernando é enorme (mereceu o golo que marcou) e Castro promete.
E ainda há Bellushi e Guarin.
Haverá Meireles?
Na próxima semana já se sabe.
Com bastantes soluções para as duas pontas do campo, poderá faltar um outro ponta-de-lança.
E, insisto, Rodriguez e Mariano poderiam perfeitamente sair.
Ainda assim, óbvio destaque para o facto de o Porto ter ganho todos os jogos oficiais até agora disputados, incluindo a Supertaça e esta pré-eliminatória, e para as intervenções decisivas de André Villas-Boas (ontem, uma vez mais, virou o jogo após o intervalo).
Muito má, é como se pode classificar a carreira do Marítimo neste início de época.
A equipa está descrente, apática, os própios adeptos não acreditam, falta ali qualidade, liderança.
Quando, do outro lado, está uma equipa experiente, tudo se complica.
Nada surpreendente, assim, a derrota ontem nos Barreiros com o Bate Borisov (1-2).
Somada aos 3-0 do primeiro jogo, uma prestação muito, muito pobre dos madeirenses nesta Liga Europa.
É tempo de concentrar atenções na Liga, prova na qual os maritimistas também têm desiludido.

No sorteio de hoje, Porto e Sporting são cabeças-de-série, estatuto que lhes permite evitar At. Madrid, Liverpool, Sevilha, Villarreal, CSKA Moscovo, PSV Eindhoven, Zenit St. Petersburgo, Juventus, Estugarda e AZ Alkmaar.

A composição dos potes é a seguinte:

Pote 1

Atlético Madrid (Esp)

Liverpool (Ing)

Sevilha (Esp)

FC Porto (Por)

Villarreal (Esp)

CSKA Moscovo (Rus)

PSV Eindhoven (Hol)

Zenit St. Petersburgo (Rus)

Juventus (Ita)

Sporting (Por)

Estugarda (Ale)

AZ Alkmaar (Hol)
 
Pote 2

Steaua Bucareste (Rom)

Lille (Fra)

Dinamo Kiev (Ucr)

Anderlecht (Bel)

Bayer Leverkusen (Ale)

Paris Saint-Germain (Fra)

Club Brugge (Bel)

Palermo (Ita)

Getafe (Esp)

Besiktas (Tur)

Manchester City (Ing)

Sampdoria (Ita)
 
Pote 3

Sparta Praga (Che)

AEK Atenas (Gre)

Metalist Kharkiv (Ucr)

Levski Sofia (Bul)

Rosenborg (Nor)

FC Salzburgo (Aut)

CSKA Sofia (Bul)

Odense (Din)

Nápoles (Ita)

Borussia Dortmund (Ale)

Dínamo Zagreb (Cro)

BATE Borisov (Blr)

Pote 4

Aris Salónica (Gre)

Rapid Viena (Aut)

PAOK Salónica (Gre)

Lech Poznan (Pol)

Karpaty Lviv (Ucr)

Young Boys Sui

FC Utrecht (Hol)

AA Gent (Bel)

Lausanne (Sui)

Sheriff Tiraspol (Mol)

Debrecen (Hun)

Hajduk Split (Cro)

Analisando esta composição já conhecida, no caminho das equipas portuguesas podem estar alguns nomes sonantes do futebol europeu, casos do Bayer Leverkusen, Dínamo Kiev, Manchester City, Borussia Dortmund e Sampdoria.
Hoje já ficaremos a saber.

Aposentadoria de puta

O amante azarado

O céu estava ficando muito lotado, então São Pedro resolveu baixar um Decreto:

'Para entrar no céu a pessoa deveria ter passado por um dia terrível no dia da sua morte'.O decreto entrou em vigor imediatamente.

Então, quando a 1ª pessoa chegou, São Pedro perguntou:

-Como foi seu dia, como você morreu?

- Já fazia muito tempo que eu estava desconfiando que minha mulher estava me traindo...
Então, resolvi voltar para casa mais cedo e pegá-la em flagrante.
Quando cheguei em meu apartamento, que fica no 25º andar, minha mulher estava enrolada numa toalha, muito nervosa, e agindo de uma forma suspeita.
Comecei a procurar em todos os cantos da casa debaixo da cama, dentro do guarda-roupa, etc. mas não encontrei ninguém.
Eu já estava desistindo de procurar, quando olhei para a sacada e vi o safado pendurado no corrimão.
Transtornado, peguei a vassoura e comecei a bater na mão dele, até que ele se soltou e caiu do 25º andar.
Mas por infelicidade minha, ele caiu sobre um toldo que amorteceu a queda e não morreu.
Fiquei com tanta raiva que peguei o que tinha de mais pesado dentro de casa, que era a geladeira, e joguei em cima dele.
Só que eu me emocionei tanto que tive um ataque do coração e morri.

-Realmente seu dia foi terrível! disse São Pedro: pode
entrar!

Cinco minutos depois chegou o 2º candidato à entrada ao céu.

E São Pedro perguntou:

- Como foi seu dia, como você morreu?

- Bem, eu estava fazendo meus exercícios diários na varanda do meu apartamento no 26º andar, quando escorreguei e caí.
Por sorte, consegui me segurar no corrimão do apartamento abaixo do meu (25º andar).
Já estava quase conseguindo me levantar, quando apareceu uma mulher enrolada em uma toalha e um maluco começou a bater nas minhas mãos com um cabo de vassoura, então cai.
Mas como um toldo amorteceu minha queda, não morri.
E lá estava eu todo dolorido tentando me levantar, quando o mesmo maluco jogou uma geladeira em cima de mim.

São Pedro começou a rir e disse:

- Já entendi tudo. Pode entrar!

Depois de mais cinco minutos, chegou o 3º candidato. E como de costume, São Pedro lhe perguntou:

- Como foi seu dia, como você morreu?

E o rapaz meio tonto respondeu:

- Olha, o senhor não vai acreditar... mas eu estava pelado dentro de uma geladeira, e até agora não entendi o que aconteceu...

Explicação de várias expressões populares (5)

Coisas do arco-da-velha



Significado: Coisas inacreditáveis, absurdas, espantosas, inverosímeis.

Origem: A expressão tem origem no Antigo Testamento; arco-da-velha é o arco-íris, ou arco-celeste, e foi o sinal do pacto que Deus fez com Noé: "Estando o arco nas nuvens, Eu ao vê-lo recordar-Me-ei da aliança eterna concluída entre Deus e todos os seres vivos de toda a espécie que há na terra." (Génesis 9:16)
Arco-da-velha é uma simplificação de Arco da Lei Velha, uma referência à Lei Divina.
Há também diversas histórias populares que defendem outra origem da expressão, como a da existência de uma velha no arco-íris, sendo a curvatura do arco a curvatura das costas provocada pela velhice, ou devido a uma das propriedades mágicas do arco-íris - beber a água num lugar e enviá-la para outro, pelo que velha poderá ter vindo do italiano bere (beber).

Failing a Test With Dignity (6)

Regresso aos anos oitenta (152)

Hoje, e amanhã, em 1979

Os imprescindíveis (92)

O outro filme realizado por Miloš Forman que aqui queria destacar é The People vs. Larry Flynt.
Produzido por Oliver Stone, Janet Yang e Michael Hausman, com argumento escrito por Scott Alexander e Larry Karaszewski, baseado na vida do editor de revistas pronográficas Larry Flynt, sobretudo na batalha jurídica travada no Supremo Tribunal dos Estados Unidos (Hustler Magazine v. Falwell), o filme tem Woody Harrelson, Courtney Love, Edward Norton e Richard Paul como principais intérpretes.
A partir de amanhã, uns dias com a que foi votada a melhor actriz de todos os tempos - Katherine Hepburn.
Edward Norton num momento que define o filme, a hipocrisia à volta do julgamento de Larry Flynt